Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sobre o CRPO-Litoral

Fachada da sede do CRPO Litoral
Fachada da sede do CRPO Litoral

O Comando Regional de Polícia Ostensiva do Litoral (CRPO Litoral) foi criado pelo Decreto Estadual Nº 38.107, de 22 de janeiro de 1998, e instalado em 02 de junho de 1998, sendo essa a data de comemoração do aniversário da Unidade.

 O CRPO Litoral está instalado em Osório e é constituído  pelo 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM), também com sede em Osório, e pelo 2º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (2º BPAT), sediado em Capão da Canoa.

Viatura na beira da Lagoa dos Barros, Osório, com parque eólico ao fundo
CRPO Litoral - Foto Studio Paragem

Os 25 municípios na área de abrangência das Unidades vinculadas são:

- 8º BPM: Balneário Pinhal, Capivari do Sul, Caraá, Cidreira, Maquiné, Mostardas, Osório, Palmares do Sul, Riozinho, Rolante, Santo Antônio da Patrulha e Tavares.

- 2º BPAT: Arroio do Sal, Capão da Canoa, Dom Pedro de Alcântara, Imbé, Itati, Mampituba, Morrinhos do Sul, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Xangri-lá.

Esses municípios juntos somam 9.304,968 Km² de área.

Mapa da região de jurisprudência do CRPO Litoral
Mapa da Área do CRPO Litoral - Foto: bm2540797

O CRPO Litoral, subordinado ao Comando-Geral da Brigada Militar, tem como competência  administrar as atividades de polícia ostensiva e de segurança pública que são, efetivamente,  executadas pelo 8º BPM e pelo 2º BPAT.

Juntamente com o Comando-Geral da Brigada Militar, o CRPO Litoral tem a responsabilidade de coordenar a Operação Golfinho nas praias da região, realizada durante as temporadas de veraneio, normalmente entre a segunda quinzena de dezembro e a primeira semana de março.

Estátua de golfinho na entrada da sede do CRPO Litoral
Fachada da sede do CRPO Litoral

A Operação Golfinho é a maior mobilização de efetivo e logística concentrada em uma área do Rio Grande do Sul, visando proporcionar segurança na mesma proporção do deslocamento da população gaúcha para a orla marítima durante o veraneio, advinda de todas as regiões, além de turistas de outros Estados e países do Mercosul.

A Operação Golfinho teve origem no Policiamento Especial de Praia, realizado desde os anos 1950/1960 pela Brigada Militar. Com a criação do 8ºBPM, em 1970, o policiamento ostensivo e as atividades de salva-vidas foram incrementadas e essa concentração do aparato de segurança nas praias se transformou na Operação Golfinho.

O CRPO Litoral também desenvolve operações em conjunto com Polícia Civil, Ministério Público, Detran e Instituto-Geral de Perícias e, por meio de suas Unidades operacionais, presta policiamento preventivo em eventos, como o Planeta Atlântida, realizado anualmente em Xangri-lá, e festas tradicionais promovidas pelos municípios, como Festival do Balonismo (Torres), Festival do Peixe (Tramandaí), Expocace (Tavares), Festa da banana (Mampituba) e Rodeios Crioulos em várias cidades.

Fachada da sede do CRPO Litoral
Fachada da sede do CRPO Litoral
Brigada Militar