Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Notícias

Facebook

YouTube

Antes de iniciar o serviço você deve lavar as mãos com sabão. Evite limpá-las de forma superficial, a lavagem deve durar cerca de um minuto, não esquecendo do dorso das mãos e pulsos.

Caso vc esteja em um local onde seja impossível lavar as mãos, utilize álcool em gel para a profilaxia. 

Para higienizar a viatura e os equipamentos de uso comum utilize papel toalha embebido em álcool. 

A chave da viatura e os materiais comuns também devem ser desinfetados. 

Antes de entrar na viatura não se esqueça das maçanetas externas. Limpe também as maçanetas internas, fivelas do cinto, direção, painel, alavancas de freio de mão, e câmbio e o rádio transmissor. 

Por fim descarte o material utilizado em uma lixeira e lave novamente as mãos com sabão ou álcool em gel. 

Com essas medidas simples, você protege a si mesmo e aos outros.

Higienização pessoal e com a viatura de serviço

Antes de iniciar o serviço você deve lavar as mãos com sabão. Evite limpá-las de forma superficial, a lavagem deve durar cerca de um minuto, não esquecendo do dorso das mãos e pulsos. Caso vc esteja em um local onde seja impossível lavar as mãos, utilize álcool em gel para a profilaxia. Para higienizar a viatura e os equipamentos de uso comum utilize papel toalha embebido em álcool. A chave da viatura e os materiais comuns também devem ser desinfetados. Antes de entrar na viatura não se esqueça das maçanetas externas. Limpe também as maçanetas internas, fivelas do cinto, direção, painel, alavancas de freio de mão, e câmbio e o rádio transmissor. Por fim descarte o material utilizado em uma lixeira e lave novamente as mãos com sabão ou álcool em gel. Com essas medidas simples, você protege a si mesmo e aos outros.

Sobre higienização na bancada de trabalho (COVID-19) corona vírus.

Higienização da bancada de trabalho.

Sobre higienização na bancada de trabalho (COVID-19) corona vírus.

A Brigada Militar através do Departamento de Saúde informa:
É importante e eficaz evitar aglomeração de pessoas em ambiente fechado e sem ventilação constante (uma pessoa com infecção pode contaminar uma família inteira ou um grupo inteiro que esteja num mesmo ambiente fechado), ratificando as orientações de prevenção para este momento visto que as recomendações serão reavaliadas a cada 48 horas:

Lavar constantemente as mãos e/ou limpar com álcool gel, principalmente após tocar em locais onde outros podem ter tocado (maçaneta porta, torneiras, botão de elevador, carrinho de supermercado, etc.), sempre que possível fazer uso de luvas;

Usar máscara se estiver tossindo ou espirrando (sempre, pois é a melhor forma de não passar a doença para os outros se estiver contaminado); Ficar longe de quem estiver tossindo ou espirrando (que devem ficar em suas casas) e sugerir que essa pessoa use máscara se tiver que entrar em contato pessoal;
Evitar beijos e apertos de mão: utilizar apenas a continência;

O ME pode orientar caso de pessoa suspeita a usar máscara e conversar a mais de um metro de distância, permanecer em casa e solicitar atendimento da rede pública nas unidades credenciadas para tal em cada região.

Os sinais e sintomas são: Febre com temperatura igual ou maior do que 37,8°c; falta de ar; coriza, espirro, obstrução nasal, tosse, dor de garganta; diarreia e cansaço e dor muscular

O QUE FAZER?
No caso de o ME apresentar os sintomas descritos acima, deverá procurar sua FSR ou Pronto Atendimento do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre ou Hospital da Brigada Militar de Santa Maria para avaliação médica. Nessa avaliação será decidido sobre indicação da coleta para testagem do Coronavírus, conforme normas do Ministério da Saúde.
As FSR lançarão, inicialmente, 07 dias de LTS para os casos suspeitos/em investigação, estando sujeitos a reavaliação após término de LTS.

Fonte: Departamento de Saúde da Brigada Militar.

Dicas e Informações sobre o Coronavírus

A Brigada Militar através do Departamento de Saúde informa: É importante e eficaz evitar aglomeração de pessoas em ambiente fechado e sem ventilação constante (uma pessoa com infecção pode contaminar uma família inteira ou um grupo inteiro que esteja num mesmo ambiente fechado), ratificando as orientações de prevenção para este momento visto que as recomendações serão reavaliadas a cada 48 horas: Lavar constantemente as mãos e/ou limpar com álcool gel, principalmente após tocar em locais onde outros podem ter tocado (maçaneta porta, torneiras, botão de elevador, carrinho de supermercado, etc.), sempre que possível fazer uso de luvas; Usar máscara se estiver tossindo ou espirrando (sempre, pois é a melhor forma de não passar a doença para os outros se estiver contaminado); Ficar longe de quem estiver tossindo ou espirrando (que devem ficar em suas casas) e sugerir que essa pessoa use máscara se tiver que entrar em contato pessoal; Evitar beijos e apertos de mão: utilizar apenas a continência; O ME pode orientar caso de pessoa suspeita a usar máscara e conversar a mais de um metro de distância, permanecer em casa e solicitar atendimento da rede pública nas unidades credenciadas para tal em cada região. Os sinais e sintomas são: Febre com temperatura igual ou maior do que 37,8°c; falta de ar; coriza, espirro, obstrução nasal, tosse, dor de garganta; diarreia e cansaço e dor muscular O QUE FAZER? No caso de o ME apresentar os sintomas descritos acima, deverá procurar sua FSR ou Pronto Atendimento do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre ou Hospital da Brigada Militar de Santa Maria para avaliação médica. Nessa avaliação será decidido sobre indicação da coleta para testagem do Coronavírus, conforme normas do Ministério da Saúde. As FSR lançarão, inicialmente, 07 dias de LTS para os casos suspeitos/em investigação, estando sujeitos a reavaliação após término de LTS. Fonte: Departamento de Saúde da Brigada Militar.

Brigada Militar